Se colocar no lugar do outro – Inteligência Emocional

Se coloque no lugar do outro e não sofrerá

o poder do serVocê já parou pra pensar o quanto queremos estar sempre certos?  Em um debate por exemplo, procuramos defender nossa razão de tal forma,  que as vezes uma inocente conversa
é transformada numa discussão onde ambos saem chateados.
A razão é algo que todos têm (a sua), pois todos querem estar certos. Mas isso é uma
fraqueza do ego. Para o ego, precisamos

nos mostrar superiores, fortes, com personalidade firme,  mas todas essas supostas qualidades,  denunciam muitas vezes a fraqueza emocional das pessoas.

O ego não gosta de perder nenhuma batalha,  uma opinião,  uma justificativa,  tudo tem que ser aceito pelo outro. 
Somos estimulados a vencer sempre,  estarmos a frente do outro e isso nos dificulta a entender o outro com a mesma importância que nós mesmos.
Não vemos o outro e suas emoções,  suas tentativas de acerto,  e seus erros como naturais em busca do conhecimento,  apenas nosso próprio umbigo (o Eu falso). 
Se uma pessoa traz consigo mesma uma bagagem de angústia e sofrimento,  e isto se incorpora na pessoa,  de tal forma,  que ela inconscientemente transfira essa carga para as pessoas,  porque temos a necessidade de nos irritar e nos incomodar com isso?
 
Sei que é complicado, muitas vezes me vejo perdendo a paz por uma bobagem que alguém me fala. Somos humanos,  e ainda não somos inteiramente capazes de perdoar, não se ferir e sentir mágoa das pessoas.
 
“Nunca exija o que os outros não podem dar. No momento em que uma pessoa erra, falha, se equivoca, não consegue abrir o leque da inteligência para dar respostas lúcidas. Exigir lucidez nos focos de tensão é uma afronta aos direitos humanos”. Augusto Cury

Sugiro um exercício muito útil para se viver com mais paz e saúde emocional é:

Não espere nada de ninguém. Aja com respeito e bondade com as pessoas,  e caso seja ofendido ou não retribuído de alguma forma,  entenda que o problema não está em você.
E sim na pessoa que lhe tratou mal. Enxergue que é perda de tempo se sentir mal por a pessoa ser de tal forma,  que não lhe agrada e tentar muda-la.
 Se parar pra pensar,  cada um aprende suas lições com a vida. O melhor professor. Não perca suas energias acusando as pessoas,  exaltando um erro alheio, se gabando dos seus acertos perante os outros.
 Seja humilde e não viva baseado em fatores externos. Seja você mesmo,  e compreenda que todos nós estamos vivendo em busca de aprendizado interior, e só assim poderemos lidar com o próximo.
 Quando você se irrita com facilidade com as pessoas,  saiba que você tem necessidade de melhorar interiormente, pois está se identificando com aquilo, quando algo nos incomoda tanto, que perdemos o controle, temos falhas dentro de nós relacionado a este evento. 
Compreenda mais,  perdoe mais,  e sentirá Deus dentro de você,  e não distante, fora.  Obrigado por ler e recomendo que leia esse artigo sobre a Lei da atração.

Caso tenha gostado, Compartilhe no Facebook e Google +.
Até a próxima.


Continuar Lendo abaixo:

Fabio Alves

Sobre o autor (a) | Website

Meu nome é Fabio Alves, e criei o blog http://opoderdoser.com/, com o intuito de compartilhar conteúdo sobre desenvolvimento pessoal e autoconhecimento, além de dar espaço para profissionais da área fazerem o mesmo. Muito Obrigado por você estar aqui

FAÇA PARTE e RECEBA Conteúdos sobre Desenvolvimento Pessoal e Espiritualidade GRATUITAMENTE

100% seguro.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!