O poder do Coração – Descubra sua real capacidade

 A manifestação do poder do coração

você pensa com o cérebro ou com o coração?
Olá, todos nós sabemos a importância do coração para o funcionamento do corpo, e também percebemos que nossas emoções alteram os padrões de seu batimento. Porque isso acontece?  
Será que é um aviso de que as coisas não estão bem em nós?

O campo eletromagnético

Na física quântica, foi descoberto que tudo no universo é feito de átomo. Átomo é a menor partícula que se constitui nosso corpo, e toda matéria existente que vemos. 
Nosso corpo é formado por um conjunto de átomos, que são moléculas e essas moléculas dão origem às células e os órgãos consequentemente. 
 
Se somos formados de átomos, que é uma partícula e uma onda ao mesmo tempo, baseado no experimento da dupla fenda, emitimos ondas eletromagnéticas e recebemos ondas através do nosso meio em que vivemos. 
 
Isso já foi provado através de equipamentos e mais, o pensamento e as emoções são desencadeadores de ondas negativas ou positivas e através dessas ondas, nossa realidade é construída, pois atraímos o que vibramos em ondas.

O poder do Coração

O poder do coração em seu campo eletromagnético 

O campo eletromagnético do coração é cerca de 5000 vezes maior que o campo do cérebro. Essa descoberta prova o porquê da lei da atração funcionar apenas quando se tem sentimento no que se deseja e com isso o poder do coração em nossa vida.
 
Muitos não acreditam ou não se tem sucesso no que deseja, porque apenas pensam e não sentem o que quer como já realizado em suas vidas. 
 
Quando o pensamento e o sentimento confiam que o desejo já se realizou, foi criado e manifestado através da vibração do coração, onde está nosso sentimento, nossa realidade é alterada pelo que emanamos ao universo.

O batimento do coração é irregular

Estudiosos descobriram que o coração não bate de forma regular como é medido através de aparelhos. Ex: 70 batimentos por minuto. 
 
Através de equipamentos avançados, perceberam que o coração, mesmo saudável bate de forma irregular e que a forma que enxergamos a vida e os relacionamentos, influenciam na frequência dos batimentos cardíacos.

Emoções e sentimentos podem nos prejudicar?

Sim, nossos sentimentos são desencadeadores de emoções negativas ou positivas. As emoções negativas surgem de sentimentos como inveja, raiva, egoísmo, ansiedade etc. 
O poder do ser
Esse campo vibratório desregulam os batimentos cardíacos, obrigando a trabalhar de forma intensa, e não só os batimentos, mas nosso campo de energia que emanamos e recebemos de volta.  
 
Já reparou que quanto mais raiva e lamentação têm de um certo problema, mais ele se torna complexo para resolver?  Por que será?

Os sentimentos como desencadeadores de doenças

Quando disparamos sentimentos negativos que aceleram nosso batimento, fazendo-o trabalhar de forma descompassada, todo o nosso corpo sofre essa alteração. As doenças são surgidas através desse campo eletromagnético surgido através do mau funcionamento do coração. No momento que temos sentimentos bons e positivos, nosso corpo funciona perfeitamente e sem agressões, porque estamos no fluxo do universo, que é a vibração de Deus, a vibração do amor.

O poder do coração nas emoções positivas

o papel das emoções positivas
As emoções positivas como o amor, carinho, compaixão, perdão entre outras, fazem o coração vibrar numa frequência harmônica de batimento, além de proporcionar ao corpo maior imunidade às doenças, e disposição física e mental para viver nesse mundo repleto de injustiças e fatos negativos à que estamos expostos diariamente.
 
O sentimento positivo atrai mais situações positivas em nossas vidas, e esse fluxo que é uma lei do universo, também acontece ao contrário, com o sentimento negativo que cria uma realidade da forma que sentiu que fosse real.

Estado de relaxamento e coesão

Existem relaxamentos e induções para a meditação que são muito importantes para o coração, corpo e mente. Mas devemos ter cuidado para não nos auto-sabotar, pois existe diferença entre estar relaxado e sermos coerentes diante das situações da vida.
O relaxamento acontece quando a energia do corpo é reduzida, sendo que a mente e o corpo descansa, e não existe nenhuma tensão para se administrar, pelo contrário, é uma ausência de tensão e trabalho mental intenso.
A coesão é a capacidade de estar calmo, consciente do presente, focando a mente nas resoluções dos problemas de uma forma mais sensata, através de um comportamento mais sábio emocionalmente, com pensamentos e emoções positivas.

A respiração

Uma forma eficaz de relaxarmos quando estamos sozinhos ou até no dia a dia do trabalho, sem remédios e fórmulas mágicas, é a respiração.
 
Você já deve ter ouvido falar da respiração como técnica para relaxamento, parece uma solução muito simples, pois é, mas mesmo assim poucos conseguem dar a atenção devida à respiração.
 
No momento em que necessitar se acalmar ou relaxar, concentre-se na respiração, buscando ser profunda e devagar, sentindo seu coração diminuir o batimento e a paz que isso lhe traz, tenha bons pensamentos e perceberá o bem que essa atividade trará em sua vida. Bruno J Gimenes

Podemos pensar com o coração?

No mundo ocidental, vemos o coração somente como uma bomba que faz circular nosso sangue, mas o que cientistas do campo da neurocardiologia, descobriram é que o coração possui seu próprio sistema nervoso, e uma rede de células cerebrais com mais de 40.000 neurônios.
 
Com isso percebe-se o poder do coração na capacidade de tomar decisões, sentir algo de forma independente do cérebro e até aprendizado e memória. Resumindo: podemos pensar com o coração, literalmente.

O poder do coração e os relacionamentos

o poder do coração

Foi descoberto que o coração também é uma glândula hormonal e que produz neurotransmissores que afetam nosso cérebro e corpo.

 
Existe um hormônio produzido pelo coração chamado oxitocina, conhecida com o hormônio do amor e harmonia nos relacionamentos.
 
Cientistas descobriram que o campo eletromagnético emitido pelo coração vibrando positivamente, pode influenciar as pessoas ao seu redor, além dos benefícios ao próprio corpo. 

As tomadas de decisões através do coração

Sempre ouvimos falar para agirmos pela razão (cérebro) e não pela emoção (coração) em muitos momentos da nossa vida.  
 
Mas o coração tem total Influência nas tomadas de decisões, por causa da intuição e da emoção que influência uma tomada de decisão mais sensata, sábia ou desastrosa, dependendo da qualidade das suas emoções no seu coração. 

Conclusão

Com essas informações sobre o poder do coração, só devemos tratá-lo com mais carinho e importância, mas isso só será atingido através de mudanças de comportamento em nós, onde nascerão emoções mais saudáveis, sentimentos de amor, tudo que o coração precisa para vibrar na frequência exata, a frequência de Deus.

Caso tenha gostado do artigo, peço que recomende no facebook e google plus. Até a próxima.

Referências: https://www.youtube.com/watch?v=q0xU6T2pAnA


Recomendo:

O Caderno do EU

Continuar Lendo abaixo:

Fabio Alves

Sobre o autor (a) | Website

Meu nome é Fabio Alves, e criei o blog http://opoderdoser.com/, com o intuito de compartilhar conteúdo sobre desenvolvimento pessoal e autoconhecimento, além de dar espaço para profissionais da área fazerem o mesmo. Muito Obrigado por você estar aqui

FAÇA PARTE e RECEBA Conteúdos sobre Desenvolvimento Pessoal e Espiritualidade GRATUITAMENTE

100% seguro.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

2 Comentários

  1. Muito bom o artigo. Parabéns pela grande variação de informações. 😊

  2. Maria Ormy disse:

    Gostei da sua colocação quando explicou a diferença de nossas ações, “Sempre agirmos pela razão e não pela emoção” infelizmente essa é nossa realidade. Muito bom seu artigo, parabéns!