Homeopatia: O Que é, Como Funciona e Curso Profissional

Como funciona a Homeopatia? Muitas pessoas confundem medicina homeopática com remédios à base de plantas ou com o amplo campo da medicina alternativa ou natural. Como você aprenderá com este artigo, a medicina homeopática tem seu próprio sistema sofisticado de uso de substâncias dos reinos vegetal, mineral, químico e animal.

Este artigo descreverá este poderoso método de fortalecimento do próprio sistema de defesa do corpo.

O Que é Homeopatia

homeopatia como funciona

A palavra “homeopatia” é derivada de duas palavras gregas: homoios que significa “semelhante” e pathos que significa “sofrimento”. A premissa básica da homeopatia é chamada de “princípio dos similares”, e refere-se à observação e experiência recorrentes de que uma substância medicinal provocará uma resposta curativa para a síndrome específica dos sintomas (ou sofrimento).

A medicina homeopática é tão amplamente praticada por médicos na Europa que não é mais apropriado considerá-la “medicina alternativa” lá. Aproximadamente 30% dos médicos franceses e 20% dos médicos alemães usam medicamentos homeopáticos regularmente, enquanto mais de 40% dos médicos britânicos encaminham pacientes a médicos homeopáticos, e quase metade dos médicos holandeses consideram os medicamentos homeopáticos eficazes.

O fato de a Família Real Britânica ter usado e apoiado a homeopatia desde a década de 1830 reflete sua presença de longa data no sistema nacional de saúde britânico.

A Sabedoria dos Sintomas: A Base Subjacente da Fisiologia Moderna e da Homeopatia

O princípio subjacente da homeopatia também está no centro da fisiologia moderna. É comumente entendido na medicina hoje que os sintomas não são apenas algo “errado” com o corpo, mas sim, representam os esforços do corpo e da mente para se defender e curar-se de uma variedade de agentes infecciosos e/ou estresses.

O corpo cria febre, inflamação, dor, descarga ou o que for necessário para se curar. Embora esses sintomas representem os melhores esforços do corpo para curar, eles nem sempre são bem sucedidos em fazê-lo. Em última análise, os medicamentos homeopáticos são algumas das drogas naturais mais poderosas disponíveis hoje para ajudar a aumentar a capacidade do corpo de se curar.

A ciência médica hoje está reconhecendo cada vez mais os sintomas como respostas adaptativas do corpo. Textos padrão de patologia definem o processo de inflamação como a maneira como o corpo procura emparedar, aquecer e queimar agentes infecciosos ou matéria estranha.

A tosse é conhecida há muito tempo como um mecanismo de proteção para limpar passagens respiratórias. A diarreia tem se mostrado um esforço defensivo do corpo para remover patógenos ou irritantes mais rapidamente do cólon. As descargas são entendidas como a maneira do corpo se livrar de bactérias mortas, vírus e células. Mesmo a pressão alta é uma defesa importante e adaptação aos estresses internos e externos que uma pessoa experimenta.

A derivação da palavra “sintoma” é útil para uma melhor compreensão do processo da doença e do processo de cura. A palavra “sintoma” vem de uma raiz grega e refere-se a “algo que cai junto com outra coisa”. Os sintomas são um “sinal” ou um “sinal” de outra coisa, e tratá-los não necessariamente muda essa “outra coisa”.

Só porque uma droga se livra de um sintoma não significa que a pessoa está curada. Na verdade, drogas que suprimem ou inibem um sintoma tendem a fornecer apenas um disfarce de sucesso e geralmente levam a uma doença mais longa e grave.

Medicamentos que respeitam a sabedoria do corpo

O uso do princípio dos similares na cura na verdade tem raízes antigas (Coulter, 1975). No século IV.C., Hipócrates é conhecido por ter dito: “Através do tipo, a doença é produzida, e através da aplicação do semelhante é curado.” O famoso Oráculo Delfos na Grécia proclamou o valor da lei dos semelhantes, afirmando: “o que faz o mal curará”.

Paracelso, um conhecido médico e alquimista do século XVI, usou a lei de similares extensivamente na prática e se referiu a ela em escritos. Sua formulação da “Doutrina das Assinaturas” falava diretamente do valor em usar similares na cura.

Esse princípio de similares (usando uma substância para tratar os sintomas semelhantes que causa) também é usado na medicina convencional, sendo as imunizações o exemplo mais óbvio, ou seja, pequenas doses de um patógeno “enfraquecido” são usadas para prevenir o que as doses maiores causam.

Ninguém menos que o “pai da imunologia”, o Dr. Emil Adolph Von Behring (1906), apontou diretamente para as origens das imunizações quando afirmou: “que termo técnico poderíamos falar mais adequadamente dessa influência do que pela palavra ‘homeopatia’ de Hahnemann”.

(*Samuel Hahnemann, MD, 1755-1843, foi um renomado médico alemão e fundador da homeopatia.). O tratamento alérgico moderno, da mesma forma, utiliza a abordagem homeopática pelo uso de pequenas doses de alérgenos, a fim de criar uma resposta de anticorpos.

O tratamento médico convencional também usa o princípio da homeopatia de similares na escolha da radiação para tratar pessoas com câncer (a radiação causa câncer) e Ritalina para crianças hiperativas (Ritalina é uma droga semelhante à anfetamina que normalmente causa hiperatividade).

Outros exemplos são o uso de nitroglicerina para doenças cardíacas, sais de ouro para condições artríticas e colchicina para gota, todos conhecidos por causar os sintomas semelhantes que são encontrados para tratar.

Determinando o que um medicamento pode curar

Por mais de 200 anos, centenas de milhares de homeopatas em todo o mundo catalogaram cuidadosamente e agora computadorizaram os sintomas físicos, emocionais e mentais que milhares de substâncias causaram em pessoas saudáveis (Nota: Existem agora programas informatizados simples, bem como sofisticados softwares de sistemas especializados para ajudar a fornecer prescrições altamente individualizadas para pessoas com base em sua sintomatologia específica e única).

Os homeopatas criaram, assim, o corpo mais extenso de informações toxicológicas disponíveis hoje, embora essas informações se concentrem nos sintomas que essas substâncias causam, não na dose em que as causam. Homeopatas descobriram e verificaram que qualquer que seja a substância que tenha sido encontrada para causar, também será curada em doses homeopáticas especialmente preparadas.

Milhares de substâncias foram submetidas a estudos toxicológicos, que os homeopatas chamam de “provas de drogas”. Esses experimentos são conduzidos em seres humanos, não em animais, para determinar o que várias substâncias da planta, mineral, animal ou reino químico causam em overdose.

Homeopatas descobriram que esses experimentos estabelecem as bases para os sintomas que cada substância causa e, portanto, que afinidade cada substância tem com o corpo humano.

Então, quando os homeopatas veem os pacientes, obtém o histórico sintomalógico único e detalhado de cada paciente, e procuram encontrar a substância específica do reino vegetal, mineral, animal ou químico que causaria a síndrome semelhante dos sintomas que o paciente está experimentando.

Não é de surpreender que um grande número de homeopatas em todo o mundo hoje use sofisticados softwares de sistema especializados para ajudá-los a individualizar substâncias medicinais para seus pacientes.

Depois de encontrar uma combinação entre a toxicologia de uma substância e o padrão de sintomas específicos do paciente, o homeopata dá uma micro dose especialmente preparada deste agente medicinal.

Farmacologia Convencional e Homeopatia

A física quântica não refutou a física newtoniana; ele simplesmente estendeu nossa compreensão de sistemas extremamente pequenos e extremamente grandes.

Da mesma forma, a homeopatia não refuta a farmacologia convencional; em vez disso, estende nossa compreensão de doses extremamente pequenas de agentes medicinais.

O fundador da medicina homeopática, Samuel Hahnemann, MD, reescreveu e atualizou seu trabalho seminal sobre o assunto cinco vezes em sua vida, cada vez refinando suas observações. Homeopatas continuam a refinar este sistema de nanofarmacologia.

Embora nem sempre haja concordância sobre as melhores formas de selecionar o remédio correto ou a melhor dose nanofarmacológica para usar, o sistema de medicina homeopática fornece uma base sólida a partir da qual médicos e pesquisadores que exploram nanofarmatologias podem e devem explorar.

Como Aprender Homeopatia de Forma Profissional ?

Se você deseja aprender tudo sobre Homeopatia, e se tornar capacitado a atuar na área como Homeopata, está disponível abaixo um dos melhores cursos do Brasil, 100% online, com certificado reconhecido pela ABRATH.

Clique Aqui ou na imagem abaixo para saber mais detalhes:

curso de homeopatia profissional com certificado

Fonte: https://homeopathic.com/why-homeopathy-makes-sense-and-works-3/

Compartilhe se Gostou do Artigo
  
 
 
   more 

Sobre o autor (a) | Website

Meu nome é Fabio Alves, e criei o blog https://opoderdoser.com/, com o intuito de compartilhar conteúdo sobre desenvolvimento pessoal e autoconhecimento, além de dar espaço para profissionais da área fazerem o mesmo. Muito Obrigado por você estar aqui

RECEBA 100% GRÁTIS em seu E-Mail um PDF sobre THETAHEALING e Novas Atualizações de Artigos 

100% seguro.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

*

Seja o primeiro a comentar!