Meditação – Para que Serve, Como Fazer em Casa, Benefícios e…

Compartilhar é se Importar. Compartilhe:

O que é e como praticar a Meditação? Recomendo que faça o download dos conteúdos disponibilizados ao final do artigo para ajudar ainda mais no seu estudo.

Com a rotina agitada e estressante da vida moderna, muitas pessoas têm buscado alternativas para melhorar sua saúde mental e física. Nesse sentido, a meditação tem se destacado como uma técnica eficaz para alcançar maior bem-estar e equilíbrio emocional.

Conheça materiais profundos sobre Espiritualidade e Autoconhecimento através do botão abaixo:

AcesDiret - Meditação - Para que Serve, Como Fazer em Casa, Benefícios e...

A prática tem origem em tradições antigas, mas hoje é amplamente estudada pela ciência, que tem comprovado seus efeitos positivos no alívio do estresse, ansiedade e depressão, além de contribuir para o aumento da concentração, criatividade e qualidade de vida.

Neste artigo, vamos explorar os benefícios da meditação e como ela pode ser incorporada na rotina para melhorar a saúde física e mental de forma simples e eficaz.

 

Meditação O que é?

A meditação é uma prática milenar que tem como objetivo acalmar a mente e trazer uma sensação de tranquilidade e bem-estar. É uma técnica que consiste em concentrar a atenção em um objeto, som ou pensamento, de forma a afastar os pensamentos cotidianos e focar na experiência presente.

Existem diversas formas de meditação, mas todas têm em comum a ideia de treinar a mente para alcançar um estado de consciência mais profundo e calmo. Ela pode ser feita em diferentes posições, como sentado, deitado ou em pé, e não é necessária nenhuma crença religiosa ou filosófica específica para praticá-la.

A prática tem sido objeto de estudos científicos, que têm comprovado seus benefícios para a saúde mental e física. A meditação pode ajudar a reduzir a ansiedade, o estresse e a depressão, além de melhorar a qualidade do sono e a concentração.

Para começar, é importante escolher um local tranquilo e livre de distrações, definir um horário e uma duração para a prática e escolher uma técnica que seja mais adequada para as suas necessidades. Algumas técnicas populares de meditação incluem a meditação mindfulness, a meditação transcendental e a meditação guiada.

Ela não é uma prática que traz resultados imediatos, mas sim um processo que requer paciência e persistência. Com o tempo e a prática regular, é possível desenvolver a habilidade de focar a mente e alcançar uma sensação de paz interior e equilíbrio emocional.

A Meditação vem sido praticada há milênios, principalmente no oriente, como forma de desenvolvimento espiritual e paz interior.

Através do uso de mantras e técnicas diversas, tem como intuito de “forma resumida”, acalmar a mente e trazer a paz e harmonia interior.

Meditação : O que é, Como Fazer, Benefícios + PDF Baixar

 

Para que Serve a Meditação?

A meditação é uma técnica milenar que tem como objetivo treinar a mente para alcançar um estado de consciência mais profundo e calmo. Ela pode ser utilizada para diversos fins, como melhorar a saúde mental e física, aumentar a criatividade, a concentração e a produtividade, além de proporcionar uma sensação de paz interior e equilíbrio emocional.

Estudos científicos têm comprovado os efeitos positivos para a saúde mental. A prática regular pode ajudar a reduzir os níveis de ansiedade, estresse e depressão, além de melhorar a qualidade do sono e a capacidade de lidar com as emoções.

Além disso, a prática pode contribuir para a melhoria da saúde física, reduzindo a pressão arterial, melhorando a saúde cardiovascular e fortalecendo o sistema imunológico.

A meditação também pode ser uma ferramenta valiosa para aprimorar a criatividade e a produtividade. Ao acalmar a mente e reduzir a distração, a prática pode ajudar a aumentar o foco e a clareza mental, o que pode levar a uma maior eficiência e criatividade no trabalho ou em outras atividades.

Ela é uma prática poderosa que pode trazer inúmeros benefícios para a saúde mental e física, além de contribuir para o aumento da criatividade e da produtividade. É uma técnica que pode ser facilmente incorporada na rotina diária e que pode trazer uma sensação de paz interior e equilíbrio emocional.

Vivemos em um mundo repleto de cobranças sociais iniciada desde a infância. Todas as cobranças e papéis sociais que aprendemos a vivenciar são desenvolvidos na mente.

Mente é o processo onde há construção de pensamentos, compreensão, comportamentos, inteligência, imaginação, memórias etc.

Logo, ela está sempre ligada a uma atividade, essencial no desenvolvimento e compreensão de tarefas e aprendizado de novos conhecimentos.

Voltando a falar nos papéis sociais, nossa percepção de EU está ligada intimamente a mente, onde o Ego se desenvolve.

Ego é a identificação com uma personalidade construída por você baseada na interpretação de suas experiências, como forma de mostrar uma identidade aceita para a sociedade, evitando assim ser ameaçado, convivendo pacificamente com as pessoas “entre aspas”.

Utilizamos a mente a todo instante para estudar, trabalhar, traçar metas e objetivos, nos divertir e resolver problemas do dia a dia.

O problema é que não somos a mente, a possuímos. Existe uma consciência, o ser, onde a mente está instalada. Quando sua mente lhe repete pensamentos, traumas, desejos, aquilo não é você em essência.

A Meditação serve para perceber a consciência única existente por detrás da mente.

Quando aquietamos a mente através do silêncio interno, os pensamentos perdem força, pois mudamos o foco para observador e aos poucos atingimos uma bela sensação de paz e harmonia com o divino.

Através da prática constante da meditação, você se desvincula do barulho da sua mente e com isso, consegue viver mais atento às suas intuições, obtendo clareza em atitudes, sem agir por impulso de pensamentos nocivos.

 

Benefícios da Meditação para o Cérebro

Embora possa parecer simples, a meditação tem muitos benefícios cientificamente comprovados para a saúde mental e física.

Um dos principais benefícios da meditação é a redução do estresse e da ansiedade. Estudos mostram que a meditação pode diminuir os níveis de cortisol, o hormônio do estresse, e reduzir a atividade na amígdala, a região do cérebro que processa as emoções negativas. Isso pode ajudar a diminuir os sintomas de ansiedade e estresse crônico, bem como melhorar o sono.

Outro benefício da meditação é a melhora da saúde cardiovascular. A meditação pode ajudar a reduzir a pressão arterial e o risco de doenças cardíacas, bem como melhorar a função do sistema imunológico. Além disso, a meditação também pode ajudar a melhorar a concentração e a criatividade, bem como aumentar a resiliência emocional.

A prática também pode ser uma ferramenta poderosa para lidar com a dor crônica. Estudos mostram que a meditação pode ajudar a reduzir a percepção da dor e melhorar a qualidade de vida de pessoas que sofrem de condições crônicas, como a fibromialgia.

Além dos benefícios físicos e mentais, a meditação também pode ajudar a desenvolver um senso de conexão com os outros e com o mundo ao seu redor. A meditação pode ajudar a cultivar sentimentos de compaixão, empatia e gratidão, o que pode levar a relacionamentos mais saudáveis ​​e satisfatórios.

Embora a meditação possa parecer difícil ou complicada, a prática pode ser adaptada para atender às necessidades e habilidades de cada pessoa. Existem muitos aplicativos de meditação, cursos online e grupos de meditação disponíveis para ajudar a orientar a prática.

A prática da meditação ativa o sistema nervoso parassimpático de diversas formas – tira a atenção de assuntos estressantes, relaxa e traz um estado de consciência ao corpo.

Ao estimular o sistema nervoso parassimpático e outras partes do sistema nervoso, a meditação regular:

  • aumenta a massa cinzenta na ínsula (Hölzel et al. 2008; Lazar et al. 2005), no hipocampo (Hölzel et al. 2008; Luders et al. 2009) e no córtex pré-frontal (Lazar et al. 2005; Luders et al. 2009), reduz o desgaste cortical resultante do envelhecimento nas regiões pré- frontais fortalecidas pela meditação (Lazar et al. 2008) e melhora as funções psicológicas associadas com essas regiões, incluindo atenção (Carter et al. 2005; Tang et al. 2007), compaixão (Lutz, Brefczynski-Lewis et al. 2008) e empatia (Lazar et al.
    2005);
  • reforça a ativação de regiões frontais do lado esquerdo, o que melhora o humor (Davidson 2004);
  • aumenta o poder e a amplitude de ondas cerebrais gama em meditadores tibetanos experientes (Lutz et al. 2004); as ondas cerebrais são as ondas elétricas fracas, mas mensuráveis, produzidas por grandes quantidades de neurônios que disparam ritmicamente em conjunto;
  • diminui o cortisol, que está relacionado com o estresse (Tang et al. 2007);
  • fortalece o sistema imunológico (Davidson et al. 2003; Tang et al. 2007);
  • ajuda a melhorar diversos problemas clínicos, como doenças cardiovasculares, asma, diabetes tipo 2, tensão pré-menstrual (TPM) e dores crônicas (Walsh e Shapiro 2006);
  • auxilia em muitos problemas psicológicos, como insônia, ansiedade, fobias e distúrbios alimentares (Walsh e Shapiro 2006).

A meditação aumenta a massa cinzenta nas regiões do cérebro envolvidas com atenção, compaixão e empatia. E ainda ajuda na recuperação de várias doenças, fortalece o sistema imunológico e melhora a área psicológica.

 

Quais os Tipos de Meditação?

Existem diferentes tipos de meditação que podem ser praticados, cada um com suas características e benefícios específicos. Neste texto, iremos explicar em detalhes os principais tipos de meditação.

  1. Meditação mindfulness: também conhecida como meditação da atenção plena, esta técnica é baseada na prática de se concentrar no momento presente, sem julgamentos. É uma das formas mais populares de meditação no mundo ocidental e é comumente praticada através da observação da respiração ou de sensações corporais.
  2. Meditação transcendental: esta técnica foi criada na década de 1950 pelo guru indiano Maharishi Mahesh Yogi e é caracterizada pelo uso de mantras para se alcançar um estado de consciência elevado. O praticante é orientado a repetir mentalmente um som específico enquanto medita, a fim de atingir um estado de relaxamento profundo.
  3. Meditação vipassana: originária da tradição budista, a meditação vipassana é baseada na prática de se observar os pensamentos, emoções e sensações sem julgamentos. É uma técnica que exige grande disciplina e dedicação, pois busca a compreensão profunda da natureza da mente e do mundo.
  4. Meditação zen: também conhecida como meditação zazen, esta técnica é originária do Japão e é praticada sentado em postura ereta, com as mãos apoiadas sobre as pernas. É caracterizada pela observação da respiração e pela concentração na postura física, a fim de se alcançar um estado de serenidade e equilíbrio mental.
  5. Meditação guiada: esta técnica é caracterizada pelo uso de áudios ou vídeos que guiam o praticante durante a meditação. Geralmente, os guias enfocam em visualizações, pensamentos positivos ou exercícios de relaxamento para induzir um estado de calma e relaxamento.
  6. Meditação em movimento: ao contrário das técnicas mencionadas acima, a meditação em movimento envolve a prática de atividades físicas como caminhada, yoga ou tai chi. A ideia é focar na respiração e na sensação corporal enquanto se realiza o exercício, a fim de se alcançar um estado de concentração e tranquilidade.
  7. Meditação de compaixão: esta técnica é focada em desenvolver a compaixão e o amor incondicional por si mesmo e pelos outros. É praticada através da visualização de cenas de amor, bondade e compaixão, a fim de desenvolver esses sentimentos em relação a si mesmo e aos outros.

Cada tipo de meditação tem suas próprias características e benefícios específicos, mas todos compartilham o objetivo de desenvolver a mente e o corpo para se alcançar um estado de serenidade e equilíbrio. É importante lembrar que a meditação é uma prática individual e cada pessoa pode escolher a técnica que melhor se adapta às suas necessidades e preferências.

 

Meditação para Ansiedade e Estresse

A meditação é uma prática cada vez mais reconhecida como uma ferramenta eficaz para combater a ansiedade e o estresse. Com as demandas do mundo moderno, as pessoas estão cada vez mais sujeitas a situações que geram estresse e ansiedade, tornando-se necessária uma maneira de lidar com esses sentimentos negativos.

A meditação pode ajudar nesse processo, e neste texto explicaremos como. A meditação pode ser uma ferramenta poderosa para reduzir a ansiedade e o estresse, pois ajuda a acalmar a mente e o corpo.

Quando estamos ansiosos ou estressados, nosso sistema nervoso fica ativado em um estado de alerta, o que pode levar a sintomas físicos como dores de cabeça, tensão muscular e fadiga.

A meditação ajuda a reduzir a atividade do sistema nervoso simpático e aumentar a atividade do sistema nervoso parassimpático, que é responsável por reduzir a frequência cardíaca e a respiração, levando a uma sensação de calma e relaxamento.

Existem várias técnicas de meditação que podem ser úteis para combater a ansiedade e o estresse. A meditação mindfulness é uma das mais populares, e envolve o foco na respiração e na observação dos pensamentos e sensações presentes no momento.

A meditação da compaixão também pode ser útil, pois envolve a visualização de situações amorosas e bondosas, gerando sentimentos de amor e empatia.

Além disso, a meditação pode ser combinada com outras práticas de relaxamento, como a yoga ou a respiração consciente. A yoga ajuda a combater o estresse e a ansiedade através de posturas físicas que estimulam a circulação sanguínea e a respiração consciente.

A respiração consciente, por sua vez, é uma técnica que envolve a inspiração e a expiração profunda e lenta, que ajuda a reduzir a frequência cardíaca e a acalmar a mente.

 

Meditação Guiada e Conduzida

louise hay meditar A meditação guiada ou conduzida são expressões para quando se utiliza uma fonte externa (voz, sons) para buscar o relaxamento da mente e com isso, a possibilidade de inserir mudanças de comportamento, pois a mente consciente estará relaxada e menos propensa a racionalizar, questionar uma sugestão.

Na meditação conduzida, você está atuando com a mente. É uma maneira muito eficiente de acalmá-la, acessar o subconsciente e induzir novos comportamentos e crenças, principalmente antes de dormir.

As meditações guiadas mais conhecidas são de Louise Hay.

Louise Hay é autora de vários livros motivacionais de auto-ajuda, que fazem sucesso no mundo inteiro.

A essência de seu ensinamento é que as doenças que adquirimos são reflexos do nosso padrão negativo de comportamento, e que através da prática de afirmações positivas, podemos nos curar.

As afirmações positivas foram desenvolvidas por ela para várias situações, utilizando a meditação conduzida, uma ferramenta para auxiliar na mudança de suas crenças e comportamentos.

 

O Uso de Mantras na Meditação

Mantras são palavras ou frases repetidas em meditação como forma de foco e concentração. Essas palavras são muitas vezes em sânscrito, mas podem ser em qualquer idioma e até mesmo em uma língua pessoal ou inventada. O objetivo do mantra é focar a mente, ajudando o praticante a alcançar um estado meditativo mais profundo.

O mantra é uma ferramenta poderosa na meditação, pois ajuda a acalmar a mente e reduzir o fluxo de pensamentos. Quando estamos repetindo uma palavra ou frase, a mente é direcionada para essa repetição, e as distrações externas ou internas são reduzidas. Isso permite que a mente se concentre no momento presente, aumentando a sensação de calma e clareza.

Os mantras também têm um efeito físico no corpo. Quando repetimos uma palavra ou frase, a respiração se torna mais lenta e profunda, o que ajuda a relaxar o corpo e reduzir o estresse. Alguns mantras são especialmente projetados para estimular os centros de energia no corpo, conhecidos como chakras, ajudando a equilibrar e harmonizar o corpo e a mente.

A escolha do mantra é pessoal e pode ser baseada em muitos fatores, como a tradição espiritual ou cultural do praticante ou a intenção de meditar. Algumas pessoas escolhem mantras que têm um significado pessoal para elas, enquanto outras preferem mantras mais tradicionais, como o mantra Om ou o mantra de Buda.

Ao incorporar um mantra em sua prática de meditação, é importante lembrar que o objetivo não é apenas repetir a palavra, mas sim se concentrar nela e permitir que ela leve você a um estado de quietude e paz interior. A prática regular de meditação com mantras pode ajudar a melhorar a saúde mental e física, reduzir o estresse e aumentar a sensação de bem-estar e harmonia em sua vida.

 

Meditação Transcendental

Dentre as práticas de meditação, existe uma que faz sucesso principalmente entre os artistas e políticos: A meditação transcendental.

A Meditação Transcendental (MT) é uma técnica de meditação simples e natural, que se originou na Índia há mais de 5.000 anos. Foi popularizada no Ocidente por Maharishi Mahesh Yogi, na década de 1960.

É uma técnica que se baseia na repetição silenciosa de um mantra, que é uma palavra ou som que não tem significado específico.

A técnica da Meditação Transcendental envolve sentar-se confortavelmente com os olhos fechados e repetir o mantra suavemente em sua mente, sem esforço ou concentração.

A técnica é fácil de aprender e pode ser praticada por qualquer pessoa, independentemente de idade, religião ou formação cultural.

A prática da MT tem como objetivo alcançar um estado de consciência pura, onde a mente está em um estado de profunda tranquilidade e silêncio interior.

Este estado é alcançado através da diminuição gradual dos pensamentos, o que leva a um estado de relaxamento profundo. A meditação transcendental também ajuda a reduzir o estresse e a ansiedade, melhorar a qualidade do sono e aumentar a clareza mental.

A Meditação Transcendental não requer crenças religiosas ou filosóficas específicas e não é associada a nenhum sistema de crenças em particular. É uma técnica secular que tem sido cientificamente comprovada para ter muitos benefícios para a saúde mental e física.

A prática da Meditação Transcendental é simples, fácil e eficaz. Muitas pessoas relatam uma sensação de calma, paz interior e clareza mental depois de praticar a técnica regularmente.

Se você está procurando uma técnica de meditação que seja fácil de aprender e ofereça muitos benefícios para a saúde, a Meditação Transcendental pode ser a escolha certa para você.

 

Autoconhecimento 

Com a prática da meditação, o fato de se desvincular dos pensamentos, lhe ajudará principalmente a deixar de ser refém da mente, muitas vezes barulhenta com centenas de pensamentos criados com a expectativa para o futuro, gerando ansiedade ou pensamentos reinterpretados do passado, gerando melancolia e arrependimento.

Meditar promove o descanso da mente, revigorando-a para que você possa tomar decisões mais sábias com intuição, saindo do “modo automático” que os pensamentos exercem quando há identificação com eles.

É possível observar as sensações, os pensamentos, as emoções, quando se está em meditação.

Quando você vira o espectador da sua mente, é muito mais fácil compreender o que deve ser mudado, o motivo de um trauma, da raiva, das reações sem pensar, que até então, você sempre atribuiu ao seu jeito de ser e que não havia domínio sobre tais características.

 

O Estado Natural do Ser

O estado natural de paz está dentro e não fora de você. Os recursos materiais, conquistas causam uma satisfação momentânea.  No entanto, a plenitude só é conseguida quando enxergamos Deus em nosso interior através da paz que está no vazio do nosso ser.

 

Porque parece tão Difícil Meditar?

A princípio a meditação é muito difícil para as pessoas, pois nos acostumamos a viver sempre pensando demasiadamente, preocupado com todas as demandas sociais que fazemos parte e confundindo nossos pensamentos com nosso verdadeiro Eu.

Assim sendo, dá a impressão que parar por certo período de tempo, mesmo alguns minutos e não pensar seria um desperdício.  A mente não está acostumada a isso, e tende a rejeitar o silêncio com os pensamentos viciados que foram cultivados durante sua vida até agora.

Mas é possível condicionar a mente através de prática, para que a meditação aconteça de forma espontânea, sem esforço, apenas com a observação da mente sem interpretação e identificação.

 

Como Meditar em Casa

Meditar em casa é uma prática cada vez mais comum, especialmente em tempos de isolamento social e trabalho remoto. A meditação pode trazer inúmeros benefícios para a saúde física e mental, como redução do estresse e da ansiedade, melhora da concentração e do sono, e aumento da sensação de bem-estar e felicidade.

Para começar a meditar em casa, é importante escolher um local tranquilo e silencioso, onde você possa se concentrar sem interrupções. Pode ser um quarto vazio, um canto da sala ou até mesmo um espaço ao ar livre, como um jardim ou varanda.

Antes de começar a meditar, é importante preparar o ambiente. Certifique-se de que o local escolhido esteja limpo e organizado. Acenda uma vela ou incenso para criar uma atmosfera mais relaxante e agradável. Se preferir, coloque uma música suave para ajudar a acalmar a mente.

A posição em que você medita é importante, mas não precisa ser desconfortável. Você pode sentar-se em uma cadeira com as costas retas e os pés apoiados no chão, ou em uma almofada no chão com as pernas cruzadas. O importante é manter a coluna ereta e os ombros relaxados.

Existem diversas técnicas de meditação, e cada uma delas pode trazer benefícios diferentes. A meditação mindfulness, por exemplo, é uma técnica que se concentra na atenção plena, na respiração e na observação dos pensamentos sem julgamento. Já a meditação transcendental utiliza mantras para atingir um estado de tranquilidade profunda.

Não se preocupe se sua mente vagar enquanto meditar. Isso é normal e faz parte do processo. Quando perceber que está distraído, volte a focar na respiração ou no mantra escolhido. Meditar requer paciência e dedicação, mas os benefícios são inúmeros.

Comece com sessões curtas, de cinco a dez minutos, e vá aumentando gradualmente conforme se sentir mais confortável. Tente meditar todos os dias, de preferência no mesmo horário, para criar um hábito e facilitar o processo de relaxamento.

 

Dicas de Como Meditar

A prática é uma experiência única e cada pessoa deve procurar um método que se identifique mais, que flua melhor dentro de suas características pessoais.

postura para meditarAlgumas Dicas de Como Meditar:

 

  1. Encontre um local onde não será incomodado e se desligue de preocupações
  2. Não há regra de postura para meditar, mas a posição sentada permite que você se mantenha mais alerta. Deitado é desaconselhável porque há uma grande chance de você somente relaxar até dormir
  3. Agende no celular um alarme com o tempo que você vai destinar a Meditação (10 à 20 minutos é um bom tempo para começar)
  4. Olhos abertos ou fechados, isso dependerá de você. Não há regra
  5. Se o ambiente ao redor tiver barulho, apenas ouça sem interpretar. Acolha-os e eles não incomodarão
  6. Observe sua respiração, procurando não interferir conscientemente
  7. Os pensamentos podem surgir, observe-os, sem identificação, eles perderão força se não forem alimentados por sua imaginação
  8. Tenha percepção do seu corpo, e aos poucos o silêncio e paz interna começa a ser vivenciado

 

Conclusão

Em conclusão, a meditação é uma prática cada vez mais valorizada e recomendada pelos benefícios que traz para a saúde física e mental. Desde reduzir o estresse e a ansiedade, melhorar a concentração e o sono, até aumentar a sensação de bem-estar e felicidade, a meditação pode ser uma ferramenta poderosa para melhorar a qualidade de vida.

A meditação é uma prática que não exige muito tempo nem recursos, e pode ser facilmente incorporada na rotina diária. Com a prática regular, é possível sentir os efeitos positivos da meditação em diferentes aspectos da vida.

Por isso, se você ainda não experimentou a prática, vale a pena tentar. Há diversas técnicas disponíveis, e com paciência e dedicação, é possível encontrar a que mais se adapta às suas necessidades e objetivos. Além disso, meditar em grupo também pode ser uma experiência enriquecedora e motivadora.

Não há dúvidas de que a meditação é uma prática transformadora e que pode trazer muitos benefícios para a saúde e bem-estar. Então, que tal reservar alguns minutos do seu dia para meditar e investir no seu bem-estar? Sua mente e seu corpo agradecem!

 

Veja também :

 

opoder min 1 - Meditação - Para que Serve, Como Fazer em Casa, Benefícios e...

Compartilhar é se Importar. Compartilhe:

Redação O Poder do Ser

Sobre o autor | Website

Em nossa jornada de espiritualidade e autoconhecimento, você é peça fundamental. Nossos conteúdos visam desbloquear seu potencial máximo. Celebre essa descoberta conosco, compartilhe nosso propósito com quem você ama. Juntos, crescemos. Obrigado por se juntar a nós!

Despertar Interior

Junte-se à Nós e embarque em uma viagem de autoconhecimento e espiritualidade

Somos Contra Spam